Notícia

Dicas de paisagismo para residências

Compartilhar:
19/07/2019

As plantas oferecem inúmeros benefícios para a saúde: elas são capazes de amenizar o stress e proporcionar melhor qualidade de vida. Dentro de casa, completam a decoração, trazem vida para os ambientes e um belo efeito visual.

A natureza é muito rica e oferece diversas espécies que se adaptam a todos ambientes sejam eles pequenos ou grandes. Mas é importante observar o local antes de escolher a planta. Para ambientes internos a opção são as que vivem na sombra e são de fácil manutenção, e leve em consideração também o tamanho de cada planta.

Cada planta assim como cada indivíduo possui características próprias, antes de escolher a sua planta é necessário conhecer um pouco a sua vida, a contratação de um paisagista vai auxiliar na escolha e adaptação das espécies a ser utilizada em cada ambiente.

O paisagista e engenheiro agrônomo Fred Cançado indica para ambientes internos a tendência do momento anthurium amazônico, fícus lyrata, asplenius, jiboia, que ficam lindas pendentes, bem como, outros tipos de anthurium, além das suculentas, que pedem apenas uma rega por semana, são algumas opções ideais para ambientes internos.

Atualmente, como a alimentação saudável tem ganhado cada vez mais adeptos, também é possível ter na sua residência pequenas hortas cultivadas em jardins ou varandas.

Todos os cômodos podem ser decorados com plantas, inclusive os banheiros. Mas alguns cuidados são necessários, como observar o tamanho do ambiente, escolher espécies que gostam de umidade e vivem com pouca luz. É importante estar atento às necessidades de rega e adubação. Fred Cançado indica para os banheiros e lavabos pacová, zamioculcas e dinheiro em penca.

Outra sugestão do paisagista são as paredes verdes, que podem ser adaptadas em ambientes internos e externos e serem criadas de acordo com o espaço disponível, mas a regra continua a mesma: é preciso observar as características de cada espécie e ver se elas se adaptam ao local.

Os jardins verticais refrescam o ambiente e oferecem conforto acústico quando usados de forma adequada.

Há diversas maneiras para executar, uma dica para durarem mais é utilizar estruturas apropriadas, oferecer água com frequência e o espaço de folgas nos jardins verticais precisam ser o mínimo possível. Temos um grande leque de opções de plantas, mas um detalhe importante é observar a quantidade de luz ou sol que o espaço vai receber, para depois escolhermos as plantas.

Outro ponto positivo é que as paredes verdes podem ser usadas para cultivar alimentos, como frutas pequenas, vegetais e ervas, criando um controle sustentável e local de fontes alimentícias.
Quer mais um motivo para cultivar as plantas? Estudo realizado pela Universidade de Washington comprovaram que as plantas reduzem o stress.

Foto: Divulgação

Mais notícias